NOTÍCIAS Imprimir conteúdoIndicar página para alguém

04/10/2013 - Programa Reflorestar inicia cadastro online hoje

O Programa Reflorestar implanta nesta sexta-feira (04) o cadastro online,


O Programa Reflorestar implanta nesta sexta-feira (04) o cadastro online, uma nova ferramenta para os produtores rurais interessados em participar do projeto. O Programa é coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama), por meio do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e o objetivo principal é garantir a disponibilidade de água, a conservação do solo e da biodiversidade, criando oportunidade de renda para os produtores rurais. Este programa integra o quadro de projetos estruturantes do Governo do Espírito Santo. Sua principal ferramenta de estímulo é o Pagamento de Serviços Ambientais (PSA), que vem sendo utilizada desde 2009.

Para fazer o cadastro online, basta acessar o site da Seama/ Iema, www.meioambiente.es.gov.br e clicar no link do Reflorestar. No hotsite o produtor rural encontra informações sobre o programa como as metas, linhas de ação e os contratos que foram contemplados, além de poder fazer um contato direto com a equipe.

O cadastro online é uma das ações de mobilização desenvolvidas pelo Reflorestar. Em 2013 foram realizados 13 encontros de articulação em Linhares, Afonso Cláudio, Jerônimo Monteiro, Venda Nova do Imigrante, Itaguaçu, Rio Bananal, Sooretama, Mimoso do Sul, Boa Esperança, Pinheiros, Mucurici, São Gabriel da Palha e Ibiraçu. Estão previstas ainda para este ano outras 14 reuniões.

De acordo com o gerente do Programa Reflorestar e engenheiro florestal do Iema, Marcos Sossai, até o início de 2014, a perspectiva é de mais 1.300 proprietários estejam recebendo pelo Reflorestar. “A partir de outubro a equipe ganhará reforço com a contratação de empresas que farão os projetos do programa”, afirmou Sossai.

Atualmente, 20 proprietários rurais dos municípios de Afonso Cláudio, Castelo, Brejetuba, Laranja da Terra, Linhares e Santa Teresa já foram beneficiados com o PSA através do Programa Reflorestar, um investimento de R$ 544.598,60. Os pagamentos realizados irão viabilizar a recuperação de 108 hectares de florestas e ajudar a proteger outros 84,23 hectares.

Outros 121 produtores estão cadastrados e com os projetos e contratos sendo finalizados, viabilizando novos 563,31 hectares com formações florestais implantadas e 242,01 hectares de florestas nativas protegidas, com investimentos da ordem de mais de R$ 1,3 milhão em PSA.

Modalidades de apoio do programa

Floresta em Pé: Pagamento para florestas conservadas e elegíveis para essa modalidade;

Regeneração Natural: Aquisição de insumos necessários ao isolamento de uma área para que ocorra a sua recuperação natural, e Pagamento pelos Serviços Ambientais gerados;

Recuperação com Plantio: Aquisição de Insumos necessários para o plantio de mudas de espécies nativas da Mata Atlântica e Pagamento pelos Serviços Ambientais;

Sistemas Agroflorestais: Aquisição de insumos necessários implantação de sistemas que combinam espécies florestais com culturas agrícolas, como café, milho e mandioca;

Sistema Silvipastoris: Aquisição de insumos necessários para a implantação de sistemas que combinam árvores com pastagens;

Floresta Manejada: Aquisição de insumos necessários para implantação de culturas florestais para o manejo florestal (sem corte raso).

O Programa Reflorestar implanta nesta sexta-feira (04) o cadastro online, uma nova ferramenta para os produtores rurais interessados em participar do projeto. O Programa é coordenado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama), por meio do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e o objetivo principal é garantir a disponibilidade de água, a conservação do solo e da biodiversidade, criando oportunidade de renda para os produtores rurais. Este programa integra o quadro de projetos estruturantes do Governo do Espírito Santo. Sua principal ferramenta de estímulo é o Pagamento de Serviços Ambientais (PSA), que vem sendo utilizada desde 2009.

Para fazer o cadastro online, basta acessar o site da Seama/ Iema, www.meioambiente.es.gov.br e clicar no link do Reflorestar. No hotsite o produtor rural encontra informações sobre o programa como as metas, linhas de ação e os contratos que foram contemplados, além de poder fazer um contato direto com a equipe.

O cadastro online é uma das ações de mobilização desenvolvidas pelo Reflorestar. Em 2013 foram realizados 13 encontros de articulação em Linhares, Afonso Cláudio, Jerônimo Monteiro, Venda Nova do Imigrante, Itaguaçu, Rio Bananal, Sooretama, Mimoso do Sul, Boa Esperança, Pinheiros, Mucurici, São Gabriel da Palha e Ibiraçu. Estão previstas ainda para este ano outras 14 reuniões.

De acordo com o gerente do Programa Reflorestar e engenheiro florestal do Iema, Marcos Sossai, até o início de 2014, a perspectiva é de mais 1.300 proprietários estejam recebendo pelo Reflorestar. “A partir de outubro a equipe ganhará reforço com a contratação de empresas que farão os projetos do programa”, afirmou Sossai.

Atualmente, 20 proprietários rurais dos municípios de Afonso Cláudio, Castelo, Brejetuba, Laranja da Terra, Linhares e Santa Teresa já foram beneficiados com o PSA através do Programa Reflorestar, um investimento de R$ 544.598,60. Os pagamentos realizados irão viabilizar a recuperação de 108 hectares de florestas e ajudar a proteger outros 84,23 hectares.

Outros 121 produtores estão cadastrados e com os projetos e contratos sendo finalizados, viabilizando novos 563,31 hectares com formações florestais implantadas e 242,01 hectares de florestas nativas protegidas, com investimentos da ordem de mais de R$ 1,3 milhão em PSA.

Modalidades de apoio do programa

Floresta em Pé: Pagamento para florestas conservadas e elegíveis para essa modalidade;

Regeneração Natural: Aquisição de insumos necessários ao isolamento de uma área para que ocorra a sua recuperação natural, e Pagamento pelos Serviços Ambientais gerados;

Recuperação com Plantio: Aquisição de Insumos necessários para o plantio de mudas de espécies nativas da Mata Atlântica e Pagamento pelos Serviços Ambientais;

Sistemas Agroflorestais: Aquisição de insumos necessários implantação de sistemas que combinam espécies florestais com culturas agrícolas, como café, milho e mandioca;

Sistema Silvipastoris: Aquisição de insumos necessários para a implantação de sistemas que combinam árvores com pastagens;

Floresta Manejada: Aquisição de insumos necessários para implantação de culturas florestais para o manejo florestal (sem corte raso).

Fonte: Goveno do Estado

Deixe seu comentário





Quanto é :

Edições do Jornal

Enquete

Você está preparado para o mercado de trabalho?






Resultados


Newsletter

Receba nossos informativos. Cadastre-se abaixo.



Previsão do Tempo

Usuários online Temos 2 visitante(s) online
Visitantes Recebemos 81326 visitas

Agência Kairós


Jornal Correio Capixaba
 COTAÇÃO DO DÓLAR COTAÇÃO DO DÓLAR